Como ter melhores resultados e reduzir custos na hora de cobrar os inadimplentes

Estamos passando por uma das maiores crises econômicas no Brasil, as perspectivas de crescimento a curto prazo não são boas e as taxas de juros tendem a continuar subindo sem precedentes. As empresas, desde as micros até as de grande porte, são as maiores prejudicadas com a crise. Entre as consequências da crise a inadimplência de seus clientes é a que a mais as afeta.

Com as taxas de inadimplência cada vez maiores, as empresas especializadas e voltadas à cobranças ganham mais importância no mercado e estão sendo mais exigidas. Surge, então, a necessidade dessas empresas buscarem meios e métodos capazes de diminuir custos, retrabalho e, de quebra, aumentar consideravelmente a produtividade dos operadores envolvidos.

Um cuidado especial que se deve ter, quando o assunto são clientes, é não alimentar sentimentos ruins como raiva, desprezo, desconsideração, pena, entre tantos outros que possam abalar a relação que você criou com o seu cliente.

O importante é compreender que muitos deles têm sólidas razões por atrasarem suas contas, o que não justifica, mas responde o porquê do atraso. Entre as razões mais comuns estão os problemas de saúde na família e a perda do emprego.

Entretanto, exitem aqueles que, dotados de um senso de falta de caráter, possuem o péssimo hábito de atrasarem as contas. E, admirem-se, por hábito mesmo.

Todos os clientes inadimplentes requerem um esforço maior de você. Assim, reunimos 3 dicas para melhor cobrar os clientes inadimplentes.

1) Siga as orientações do CDC – Código de Defesa do Consumidor

Nossa primeira dica já foi comentada no nosso artigo anterior “Cliente Inadimplente: Como Resolver Esse Problema?” quanto às formas corretas de se cobrar dívidas (não pode constranger, expor ao ridículo, ameaçar, etc).

2) Ouça o que o cliente inadimplente tem a dizer

Independente da quantia que ele deve a sua empresa, dê credibilidade ao que ele fala. Dar a ele a chance de salvar a sua reputação é uma forma de abrir caminhos para uma negociação e manter o relacionamento que vocês já possuem;

3) Use a estratégia de trocar “seis por uma dúzia”

Em cobranças de dívidas de clientes inadimplentes, em muitas situações, uma estratégia muito importante e que faz toda a diferença é a (re)negociação, ou seja, conseguir do seu cliente inadimplente alguns documentos que fortaleçam o poder da cobrança.

Um exemplo é fazer a solicitação de Notas promissórias, cheques, contrato assinado, etc. É importante lembrar-se de deixar claro (por escrito) no documento do que se trata a “promessa de pagamento”. Dessa forma, mesmo com uma nova data de promessa de pagamento, futura, trocou-se aqui, “seis por uma dúzia”, ou seja, a força para a cobrança, assim, ganha um documento passível de cobrança legal e judicial.

Empresas especializadas em cobrança

Não receber um pagamento no dia marcado, além de ser um aborrecimento, pode colocar em risco a saúde financeira de uma empresa. Dessa forma, contratar uma empresa especializada em realizar cobranças de clientes inadimplentes podem fazer uma enorme diferença na saúde financeira da sua empresa.

O Bettega Serviços de Cobranças realiza cobranças baseado em uma análise de inteligência realizada sobre cada uma das suas equipes cobradoras, garantindo resultados de qualidade. Utilizando-se de tecnologias e técnicas inovadoras, que reduzem o custo e aumentam a produtividade, aproveitando todos os esforços ao máximo.

O setor de auditoria faz qualificações e análises diárias, melhorando as ligações, e, consequentemente, o atendimento ao cliente. A aplicação dessas metodologias comprova-se pelo resultado.

Seus colaboradores são totalmente capacitados e treinados para realizar a cobrança de qualquer segmento, sempre voltados ao resultado. O foco é sempre fornecer atendimento com o devido respeito, a necessária atenção e a obrigatória qualidade.



Deixe uma resposta