Como evitar a inadimplência

21/06/2016Por: andreCategoria: Inadimplência

Muitas empresas no Brasil se deparam com um problema em comum: a inadimplência.

Ela é capaz de fazer sua empresa sofrer consequências catastróficas, ainda mais com a crise econômica. Falta de capital de giro, atrasos com os fornecedores e muitas dificuldades em realizar os investimentos são algumas das consequências causadas pela inadimplência que podem levar sua empresa a falência.

Pensando nesse mal, construímos um artigo com dicas para você aprender a evitar a inadimplência no seu negócio.

Consulte a situação de cada cliente junto ao cadastro de inadimplentes

Os conhecidos nomes SPC e Serasa são cadastros de inadimplentes, ou seja, cadastro de pessoas que não pagam corretamente no prazo determinado. Eles servem justamente para que as empresas possam ter conhecimento adiantado se o cliente que deseja realizar uma compra a prazo tem alguma dívida que ainda não foi paga.

Se o consumidor em questão estiver presente em uma dessas listas, grandes serão as chances que a sua empresa também sofra com o não pagamento. Dessa maneira, se faz muito importante a utilização da pesquisa nas listas do SPC e do Serasa para saber a situação de crédito do cliente.

Organize um processo de cobrança

Um processo de cobrança bem definido pode evitar que as suas dividas acabem se prolongando. Ele pode auxiliar a evitar a inadimplência do seu negócio.

Estabeleça metas como “onde será feito o contato” e “quanto tempo após o vencimento esse contato será feito”. Outros pontos que poderão ser incluídos é se será oferecido um desconto para o pagamento imediato e com quem se deve falar sobre.

Um processo de cobrança inteligente e bem definido fará com que o seu negócio tenha a segurança de saber como agir em cada caso

Armazenamento de informações do cliente

Ter um sistema que conte com todas as informações sobre o cliente é importante não apenas para melhorar o atendimento com o mesmo, mas também para garantir uma análise das ações realizadas.

Seja humano e comporte-se como tal

Tratar seu cliente de forma humanitária é essencial para construir e manter um bom relacionamento, tenha empatia e coloque-se no lugar dele quando for atendê-lo e imagine o quanto seria gratificante receber compreensão e ajuda em um momento em que você precisa. Uma boa relação entre a empresa e o consumidor pode melhorar o ato de venda e compra.

É muito comum ver gestores tratando mal os inadimplentes de uma empresa. Isso faz com que um cliente não retorne para uma segunda compra e faça uma propaganda negativa para os conhecidos.

Lembre-se que a fidelização de um cliente vale muto mais do que uma parcela de crédito recuperado.

Outras maneiras de se prevenir

  • Prefira oferecer opções de pagamento em cartões de crédito e débito;
  • Não aceite pagamento com cheques;
  • Consulte o histórico do cliente em cadastros de proteção ao crédito;
  • Confirme sempre o RG, CPF e telefone do cliente;
  • Defina uma pessoa para fazer as cobranças;
  • Se for um cliente que costume voltar, avise que só venderá se a dívida for paga;
  • Cobre com educação e sem expor o cliente a constrangimentos;
  • Use as formas legais de cobrança: telefonema, carta de cobrança com aviso de recebimento e, em último caso, proteste o cheque ou boleto e proponha uma Ação de Execução ou Cobrança no Tribunal Especial de Pequenas Causas.
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter
Problemas com cobrança?

temos a solução para sua empresa.

Suas informações foram enviadas com sucesso. Em breve nossa equipe entrará em contato.

Seu e-mail foi adicionado a nossa lista. Em breve você receberá nossas novidades no seu e-mail